Dez Dicas para Fazer Empréstimo

Dez dicas para Fazer Empréstimos1 – Antes e concluir qualquer negócio, procure nas instituições financeiras por melhores taxas e condições de crédito disponíveis.

2 – Ao aceitar a proposta, confira todos os valores que vai pagar se interando dos custos totais do empréstimo como: o valor total financiado, as taxas de juros aplicadas, todos os acréscimos previstos e o número de parcelas que serão pagas

3 – Infelizmente a maioria as pessoas que tomam empréstimo pessoal ou consignado não tem a preocupação de ler a ficha cadastral do contrato ou a cédula de crédito na hora de assinar a solicitação do empréstimo. A dica é sempre ler o contrato do banco ou da financeira com muita atenção.

Caso haja alguma dúvida ou dificuldade em entender as cláusulas, peça auxílio para uma pessoa, amigo ou advogado de sua confiança. Se persistir a dúvida, não assine nada! Outro direito do consumidor é o acesso a cópias do contrato preenchido como todas as informações da operação e assinado.

4 – Por incrível que pareça o mais comum atualmente em contratos efetuados por aposentados e pensionistas e servidores públicos e fazer empréstimos para ouras pessoas ou permitirem que parênteses façam empréstimos em seu nome. Procure evitar esse tipo de procedimento.

Entenda uma coisa, por mais confiança e honestidade que demonstrem ou apresentem, no caso de haver algum empecilho, o tomador do empréstimo é quem terá que pagá-lo. Se alguém fizer empréstimo utilizando suas informações pessoais indevidamente ou sem sua autorização por escrito ou sem que você saiba é considerada prática de crime.

5 – Algumas vezes vemos relatos de pessoas que dizem ter feito empréstimos com valores de parcelas X e o desconto foi de valor Y. Confira no contrato se o valor contratado é igual ao informado pelo agente de crédito, promotor ou correspondente bancário.

Quando acontecer o desconto, verifique com atenção se o valor debitado no benefício, contracheque, salário, boleto ou o valor do carnê é igual ao descrito no contrato.

Não aceite pagar nenhum tipo de taxa a mais ou qualquer valor acrescido a parcela.

6. Todo empréstimo concedido por instituições financeiras só podem ser depositado na conta bancária corrente, poupança ou através de ordem de pagamento do próprio titular contratante do crédito.

7 – Tente ir pessoalmente à loja de empréstimo e evite solicitar empréstimo da sua casa pelo telefone ou internet. Se fizer, tenha certeza da idoneidade, se a empresa tem loja própria com endereço fixo para atendimento pessoal ao consumidor.

8 – Formalizou empréstimo por telefone ou em casa através de delivery e se arrependeu? O prazo para desistir da operação é de até 7 dias. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, o cliente tem o direito de desistir do empréstimo, quando o contrato for solicitado fora do estabelecimento comercial.

Então o que deve ser feito? O consumidor tem até 7 dias corridos, a partir da assinatura do contrato, para informar sua desistência da transação à empresa credora. Se não conseguir contato por algum motivo, encaminhe uma carta com AR (Aviso de Recebimento) pelo correio no endereço da empresa que consta no contrato.

8 – Ao manifestar a vontade de efetuar o pagamento ou a quitação antecipada do empréstimo em qualquer tempo, o cliente tem o direito a descontos proporcionais de juros que variam de instituição para instituição. Exija seus direitos.

9 – É prática comum a famosa venda casada quando o cliente resolve pedir um empréstimo ou financiamento de algum bem, muitos não sabem mas o cliente não é obrigado a aceitar nenhum outro serviço oferecido pela financeira ou banco, tais como: títulos de capitalização, seguros, serviços bancários etc.

A venda casada acontece quando é condicionada a compra de um produto ou serviço à compra de outro.

10 – Você contratou um empréstimo e por algum motivo se sentiu prejudicado ou acha que seus direitos de consumidor foram violados, veja um exemplo: quando as parcelas do empréstimo for maiores do que foi contratado, neste caso faça valer seu direito de cidadão, reclame, denuncie aos órgãos de defesa do consumidor.

Antes de contratar um empréstimo ou financiamento, conheça os seus direitos!

[ad#468]

2 Comentários

  1. Marcio Antunes
  2. Marcio

Comente Aqui!