Exclusividade nos Empréstimos, e o Banco Central?

Exclusividade nos emprestimos - banco centralBanco Central proíbe exclusividade nos empréstimos consignados. Finalmente o BC resolveu se envolver nesse assunto que já estava dando pano para manga há algum tempo.

Quem trabalha com empréstimo consignado sabe o sofrimento que estava sendo imposto sobre as empresas de crédito, financeiras e bancos de médio e pequeno porte principalmente pelo Banco do Brasil.

A voracidade do Banco do Brasil já estava passando dos limites, e os efeitos colaterais dessa investida na exclusividade em empréstimos consignados em especial nos estados e municípios estavam tirando o pão de milhares de famílias, os motivos particulares dessas operações são inimagináveis.

Mas finalmente esse filme de terror acabou, o Banco Central proibiu que em convênios entre bancos e empresas não haja mais exclusividade na concessão de crédito, principalmente nas operações de “emprestimo consignado com desconto em folha”.

Nos últimos anos diversos governos estaduais e municipais estavam vendendo suas folhas de pagamento para os maiores bancos estatais e alguns bancos de grande porte privados, o grande problema nessas vendas, estava na cláusula que estabelecia contraditoriamente que os funcionários públicos dos órgãos envolvidos pudessem contratar empréstimos com desconto em folha em um banco que não fosse o que estava processando o pagamento do salário.

Com a proibição, as negociações feitas com a folha de pagamento não poderão mais incluir nenhuma cláusula que mantenha exclusividade de empréstimo a qualquer banco, seja estatal ou do setor privado.

O Banco Central esclareceu que essa medida foi estabelecida para facilitar o acesso ao crédito e também para contribuir na redução dos “spreads bancários” (o spread é a diferença entre o que o banco paga e a taxa repassada ao cliente).

Vale lembrar que essa cláusula de exclusividade em empréstimos consignados entre os bancos e os órgãos e empresas públicas era uma das maiores reclamações feitas por bancos de médio e pequeno porte prejudicados por esses convênios obscuros. Na maioria dos estados e municípios que ocorreram esses acordos eles travavam na Justiça brigas intermináveis, principalmente contra o pivô dessa história, o Banco do Brasil.

Diante dessa notícia animadora a repercussão não poderia ser diferente, foi a melhor possível. Parece que começamos o ano bem, empresários do segmento comemoraram a decisão do BC com alegria.

Em 2010, dezenas senão centenas de empresas de crédito de todo Brasil participaram de movimentos invocando o fim de exclusividade na concessão de empréstimo consignado dos servidores estaduais e municipais. Esses contratos de exclusividade em empréstimos se tratavam de medida intrusiva e perniciosa para algumas regiões do país, que bom que chegou ao fim.

Não sabemos os reais motivos dessa decisão do BC, de qualquer forma é uma solução extremamente satisfatória e decente.

[ad#468]

8 Comentários

  1. Juliane
  2. Leonardo
  3. fatima
  4. silvina
  5. maria madalena
  6. alexandre
  7. carlos jose
  8. carlos jose

Comente Aqui!