Empréstimo com Juros Baixo para Aposentados

Os aposentados do INSS conseguem empréstimo consignado com taxas de juros bem mais barato que os empréstimos pessoais convencionais oferecidos pelos bancos tradicionais, isso é fato. Mas, quem está oferecendo as melhores taxas?

Depois de deflagado a briga dos bancos públicos contra os bancos privados para derrubar as taxas de juros dos empréstimos, parece que as instituições bancárias privadas entraram no jogo do governo e agora a disputa é para ver quem oferece as menores taxas de juros nos empréstimos, tanto no “consignado em folha” quanto no crédito pessoal e financiamentos em geral.

Emprestimo para AposentadosA princípio, entendemos que essa briga do crédito pode beneficiar tanto os aposentados e pensionistas do INSS que buscam por empréstimo em consignação quanto as pessoa físicas que querem algum tipo de empréstimo que estão na lista de redução de juros nos bancos.

Apesar dos juros estarem baixando nos bancos e financeiras, o beneficiário ainda tem dificuldade de saber quais são as instituições que possuem os juros mais baixos, para facilitar essa tarefa, a Previdência divulgou uma lista dos bancos e os juros cobrados no consignado por cada instituição.

De acordo com a lista divulgada, as menores taxas de juros do empréstimo consignado é oferecido pela Caixa Econômica, em segundo lugar está o Banco do Brasil, seguido pelo Banestes. Nessa faixa de juros mínimo, o empréstimo tem que ser adquirido para ser pago em até seis parcelas, somente nessa condição o segurado consegue juros expressivos, as taxas começam a partir de 0,75% ao mês na Caixa, 0,79% no Banco do Brasil e Banestes, 0,80%.

Os empréstimos consignados concedidos a partir de sete parcelas, os juros diminuiram pouca coisa, em alguns bancos e financeiras sequer houve redução, como no caso do Banco Crefisa, Banco Santander, ASB S/A, Banco MercantiL do Brasil e Mercantil do Brasil Financeira.

No caso dos empréstimos com períodos mais longos, de 13 a 60 meses, as taxas são mais altas, somente os bancos públicos do governo, a Caixa baixou para 1,77% e Banco do Brasil para, 1,80%, essa é a redução que realmente beneficia o contratante de empréstimos. Nessa faixa é possível conseguir levar alguma vantagem para concessões de empréstimos até 60 meses (cinco anos).

Não podemos esquecer que mesmo os bancos tendo fixado os juros, as taxas dos empréstimos podem ser negociadas pessoalmente com o gerente da conta onde aposentado ou pensionista recebe o benefício do INSS. Vale lembrar que clientes com relacionamento prolongado com a instituição e com bom histórico de crédito, consegue mais vantagens para conseguir reduzir as tarifas e taxas de juros do empréstimo desejado.

A única desvantagens esta nos prazo longo, especialistas aconselham que empréstimos de logo prazo não são bons negócio, especialmente se o objetivo da solicitação é pagar outras dívidas ou adquirir bens de consumo não-duráveis, portanto verifique a real necessidade de contrair um empréstimo e ter que pagá-lo por muitos anos.

Um Comentário

  1. Maria Manuela Pereira Carvalho

Comente Aqui!