Juros do Empréstimo Pessoal

Juros do Empréstimo PessoalOs juros do empréstimo pessoal caíram pela primeira vez desde o mês de novembro do ano passado, em media os juros bancários do empréstimo pessoal em setembro tiveram uma redução para 5,35% ao mês, essa queda nos juros não ocorria desde novembro de 2009, as informações foram levantadas e divulgadas pelo Procon-SP, os juros do cheque especial não tiveram nenhuma oscilação e se mantiveram em 9,10% ao mês.

A redução da taxa ocorreu devido à saída de dois bancos da pesquisa: o Banco Real, incorporado pelo Banco Santander, e o Unibanco, incorporado pelo Banco Itaú. As aquisições dessas instituições colaboraram para desacelerar o impacto que o reajuste de 5,98% para 6,02% ao mês dos juros do Banco Itaú teria no resultado final da pesquisa. O Itaú foi a única instituição bancaria que aumentou suas taxas de juros.

O cheque especial também sofreu um pequeno aumento na taxa de juros, o Banco do Brasil elevou de 7,79% para 7,95% ao mês, enquanto o Banco Itaú elevou os juros de 8,71% para 8,75% ao mês.

Apesar dos juros para contratação de crédito estarem estáveis e em algumas modalidades estarem em queda, o órgão de defesa do consumidor alerta que a contração de empréstimos, crédito pessoal e financiamentos devem ser analisados com cuidado dobrado. O consumidor precisa ser cauteloso com sua relação com a obtenção de crédito, a dica é evitar a contratação ou o uso de qualquer modalidade de crédito impulsionado pelo consumismo.

A pesquisa realizada pelo Procon é fundamentada por índices informados pelas seguintes instituições financeiras: “Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú-Unibanco, Safra e Santander-Real”.

[ad#468]

Comente Aqui!