Empréstimo Consignado, Empréstimo, Crédito Pessoal e Financiamento

Empréstimo para Desempregados

Empréstimos pessoais para desempregado, como é isso? 

O índices de desemprego no Brasil continuam muito altos e muitos desses desempregados adquiriram obrigações financeiras que não podem deixar de serem honradas. O Ministério do Trabalho  auxilia o cidadão trabalhador com o Seguro Desemprego por até seis meses, mas e quem não tem direito ao seguro? O que fazer?.


emprestimo desempregado Empréstimo para DesempregadosAo contrário do Brasil que ainda não possui um produto financeiro similar ao empréstimo para desempregado, na Europa (Portugal) e no Continente Oriental (Japão) é posssível se beneficiar com auxílio financeiro que podem ser solicitados por trabalhadores que perderam seus empregos ou emprego e a moradia quando associada ao contrato.

No Japão por exemplo, desempregados que recebem o auxilio desemprego, têm disponibilizado quantias necessárias para alugar uma casa, neste caso o governo disponibiliza empréstimo pessoal de no máximo de 500 mil ienes por pessoa, cerca de R$ 9,200.

Para trabalhadores que não possuem cobertura do subsídio do seguro-desemprego, podem contrair empréstimo mensal de até 60 mil ienes pelo período de seis meses. Além disso o Ministério do trabalho pode emprestar até 1 milhão de ienes para financiamento de custos de vida e para procura e um novo emprego.

Em Portugal existem duas linhas de crédito distintas pelo valor emprestado. Para casos em que o valor do empréstimo não ultrapasse os €15.000 será enquadrado na linha de crédito “Microinvest”, para valores superiores a €15.000 e maximo de €200.000, os desempregados se enquadram na linha “Invest+”, com o limite de 95% do emprestimo e mais €50.000 por cada posto de trabalho criado.

empréstimo para desempregados em Portugal visa auxilia-los na criação de seus próprios negócios e emprego, serve para jovens empreendedores e também trabalhadores independentes com rendimentos menores que o salário mínimo nacional, e funciona através de projetos constituidos para o próprio negócio.

As taxas de juros nessas linhas de crédito são exclusivas e não poderão ser inferiores a 1,5%, nem superior a 3,5%, a definição é estabelecida pela Euribor com acréscimo de 0,25%  de spread até ao quarto ano, o reembolso do empréstimo tem carência de 2 anos e 7 anos para amortizar o capital.

Quem pode receber o empréstimo desemprego no Japão?

Quem perdeu o emprego e a moradia, por demissão ou término de contrato;
Quem demonstrar vontade de voltar a trabalhar e se engajar para ser admitido em outro emprego;
Quem não tem poupança ou patrimônio;
Quem é o principal provedor de renda da família antes de ficar desempregado.

A iniciativa desses países são ótimas, como dito na Brasil temos o Seguro desemprego que segura a bucha por até seis meses, mas depois desse tempo a vida do desempregado pode ficar um pouco difícil.

Seria bom nossos governates pensassem em uma forma alternativa de empréstimo pessoal para desempregado para ajudar pessoas com mais de um ano sem cobertura trabalhista, ou seja, desempregados.




 



Os comentários estão fechados no momento, mas você pode fazer trackback a partir de seu próprio site.

Desculpa, por enquanto os comentários estão fechados.


Empréstimo BMG

    Empréstimo Banco BMG