Recuperação de Crédito: Quer Recuperar o Crédito?

Saiba como fazer a recuperação de crédito

Recuperar CreditoAo procurar por recuperação de crédito na internet podemos encontrar centenas de sites oferecendo Kits para esse serviço por alguns reais, em geral de R$ 20,00 a R$ 40,00 o manual, esses tutoriais para recuperar o crédito de inadimplentes supostamente ensinam passo-a-passo como uma pessoa com restrição de crédito consegue sair do Serasa e SPC e recuperar seu crédito no mercado limpando o nome nos órgãos de proteção sem ter que pagar as dívidas.

Mas lamentamos informar que a única forma de recuperar o crédito na praça sem macetes ou maracutaias e retirar o nome do consumidor em débito no comércio, do Serasa e SPC e do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos (CCF) é fazer o pagamento os débitos pendentes.

Estes kits de Recuperação de Crédito oferecem aos incautos uma forma de excluir o nome das listas de devedores em alguns dias, na verdade trata-se apenas de práticas ilícitas e criminosas, o grande problema é a pessoa achar que o kit é uma solução para resolver as pendências quando essa prática poderá gerar um enorme problema com a justiça, jurídica e policial.

Vale lembrar que não existe fórmula mágica para recuperar o nome e tirar as restrições destas listas negras e limpar o nome, também não é nada difícil, existem alguns passos legais para isso:

1) Pague a dívida ao Credor – O Código de Defesa do Consumidor obriga o credor tirar o nome do cliente da lista de devedor após a pessoa pagar a dívida ou negociar o debito, o prazo é de no máximo 5 dias;

2) Com a prescrição do direito de cobrança da dívida – Todos sabem que a dívida pendente “caduca”, ou seja, por lei a justiça obriga o credor fazer exclusão do nome do banco de dados dos serviços de proteção ao crédito, porem o cliente fica com restrição interna no registro do credor;

3) Deixar prescrever o título que originou o cadastro – Títulos de créditos como cheques, notas promissórias e duplicatas etc., tem prazos para prescrever, ou seja, após seus vencimentos estipulados por lei, não podem ser cobrados, de acordo com o Código Civil ou a Lei do Cheque.

4) Ação de Discussão judicial contra a dívida que originou a inscrição – Quando o cliente entra com alguma discussão judicial relacionada a cláusulas do contrato abusivas, por motivo de cobrança de juros, multas ou encargos abusivos, neste caso a justiça poderá determinar que seja suspenso o cadastro de devedor enquanto o processo estiver em andamento.

Essas foram algumas dicas para quem está com o nome sujo e quer limpar o nome legalmente. Recuperar o crédito negociando as dividas e as pagando ainda é a melhor oportunidade de levar uma vida normal sem restrições de compras ou financiamentos.

[ad#468]

4 Comentários

  1. Jose Aridson
  2. GilsonFagundes
  3. danielle camilo pinheiro
  4. ana claudia rodrigues

Comente Aqui!